Resenha: Minha quase-ex

 Sinopse: Depois de três anos de casamento, o rico e bem sucedido empresário Daniel Cross decide se separar de Melanie Dwitt, uma mulher teimosa, mandona e respondona. Vendo que o casamento ia por água abaixo Daniel quer pôr um fim nele, mas Melanie é contra a separação e, para convencer o marido ela usará as mais belas armas para seduzi-lo, começando por usar fantasias chegando a saltar um muro para pedir desculpas por seus atos. Será que este casamento realmente chegará ao fim? Quem acabará indo atrás de quem nessa história? 

 

Resenha:  O livro é bem curtinho com 31 capítulos, um epílogo e bônus a obra de Leny, nos conta a história de um casal, juntos há três anos. Melanie e Daniel começam a sentir a “pressão” do casamento, e é a partir deste momento que os problemas começam a aparecer. As primeiras impressões que tive foi de que Daniel estava cansado de Melanie, e ele sempre aparecia com alguma coisa que Melanie fazia que o estava incomodando (ok, sabemos que derrubar alguém de cara no chão da própria cama, é um pouco complicado, mas é relevante, afinal, estavam dormindo).  Melanie é uma personagem que me chamou muita atenção, pois apesar de sua teimosia, suas atitudes infantis e de muitas vezes mesmo que na inocência nunca pensar antes de agir, ela sempre tentou dar um Up ou apenas salvar seu casamento. Eis que fui ficando cada vez mais chateada com Daniel, mas me enganei, pois no decorrer das paginas ele vai nos dando algumas dicas – que talvez – possa justificar o motivo de ele agir dessa forma. Mas preciso falar que Daniel me surpreendeu demais, quando eu já havia dado várias chacoalhadas nele (risos) ele finalmente acordou para vida, e viu que estava realmente perdendo Melanie. Ele foi a luta, e se pôs a unhas e dentes para ter de volta o seu verdadeiro amor. Uma brecha que preciso falar, apesar de a história girar em torno do casal, Melanie tem uma melhor amiga, Shelly e juro minha gente, eu vi minha melhor amiga nela. É daquelas que faz de tudo para te ver bem aquela amiga-irmã. Shippo muito Shell e Evan. Só eu quero o livro da Shelly?

 

Minha Opinião: O livro é pequeno, e eu garanto que em um dia você consegue ler. Isso só não aconteceu comigo porque estava lendo outros juntos. Apesar de pequeno, Leny desenvolveu a historia sem presa e sem medo de ser feliz. Com os parágrafos coerentes, a trama apresenta cenas eróticas e envolventes. Envolvi-me tanto na história, ri muito, quase chorei em algumas partes, me senti dentro da casa dos personagens várias vezes. O livro vale muito a pena e eu super indico. Você pode encontrar ele disponível em e-book e em físico, o valor é super convidativo

 

Conheça o blog: http://www.resenhasumrabiscoeumcafe.com.br

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Resenha: Eu amo meu chefe

August 2, 2017

1/4
Please reload

Posts Recentes

September 28, 2017

September 11, 2017

August 24, 2017